O Brasil tem startups unicórnio? Agora sim! Conheça quais são elas e inspire-se
24 de junho de 2018
Logística no ecommerce: será que a entrega pelos Correios é a melhor opção?
6 de julho de 2018

Shark Tank: Conheça os negócios que deram certo depois de conseguirem investimento na série americana

Os programas Shark Tank (americano) e Shark Tank Brasil (a nossa versão) estão com certeza entre os de maior audiência da televisão.

Intrigantes e divertidos, eles dão a oportunidade a diversos empreendedores de apresentarem os seus projetos (a maioria já em andamento) e assim, quem sabe, conseguir um bom investimento de ao menos um dos tubarões mais competentes do mundo.

No programa brasileiro, os empreendedores contam com investidores como João Appolinário, fundador da Polishop, Cristiana Arcangeli, do ramo de beleza, moda, cosméticos e bem estar, Robinson Shiba, fundador da China in Box, Caito Maia, da Chilli Beans e Camila Farani, uma das maiores investidoras do Brasil.

Para você ter uma ideia de números, na segunda temporada, já foram investidos mais de R$ 10 milhões nas mais variadas empresas brasileiras ao longo de 13 episódios.

E logo logo sai a terceira temporada no canal Sony para ainda mais investimentos. Aguardaremos ansiosos!

Enquanto isso, lá nos Estados unidos, o programa Shark Tank, no ar desde 2009, já realizou o sonho de diversos empresários.

Os Tubarões americanos colocaram uma boa grana em algumas empresas, que estão agora comemorando os frutos desses investimentos.

Nesse artigo você vai justamente conhecer algumas delas, além de outros detalhes importantes que garantiram o sucesso desses negócios.

Então, confira!

Negócios que conquistaram o sucesso no Shark Tank americano

Tanto os tubarões do Shark Tank quando os do Shark Tank Brasil já investiram um bom dinheiro em diversas empresas, que começaram a crescer e garantir uma baita evolução nos seus resultados.

Vamos conhecer algumas que receberam aporte no programa americano?

Ten Thirty One Produções

Essa empresa faz produções de terror para entretenimento e foi a que representou o maior investimento na história do programa.

Foi o tubarão Mark Cuban que fez o aporte. O valor? US$ 2 milhões em troca de 20% de participação.

A Ten Thirty One Produções já tem mais de 400 mil clientes espalhados pelos Estados Unidos e cerca de US$ 5 milhões em receita!

Tipsy Elves

Dois empreendedores transformaram a tradição dos ‘ugly sweaters’, uns agasalhos comemorativos usados pelos americanos nas festas de final de ano, em um negócio bem interessante.

Ao conseguirem um investimento de US$ 100 mil no programa, eles abriram uma loja de roupas sazonais quem tem dado muito certo.

Groovebook

O aplicativo proporciona um registro de todas as memórias armazenadas no celular e ainda entrega um livro com fotos escolhidas, no final de cada mês, por apenas US$ 2,99.

Depois da participação no Shark Tank, a Groovebook chegou a conquistar 50 mil assinantes.

Alguns anos depois ela foi comprada por US$ 14,5 milhões pela gráfica Shutterfly.

Chordbuddy

O Chordbuddy é um dispositivo projetado por um pai depois de perceber a dificuldade da filha pequena em aprender a tocar violão.

Ele é acoplado às cordas do instrumento e acaba facilitando o aprendizado de iniciantes que ainda não movimentam os dedos com muita agilidade.

O tubarão Robert Herjavec foi quem fez o investimento de US$ 150 mil em troca de uma participação de 20% na empresa.

BuggyBeds

A inteligente ideia de um sistema capaz de detectar e prevenir percevejos em móveis, sofás e camas atraiu a atenção dos cinco tubarões do programa.

A empresa chegou a faturar mais de US$ 1 milhão e expandiu para 23 países depois do investimento conquistado no Shark Tank.

Lollacup

A ideia dos empreendedores da Lollacup prometia aliviar a preocupação dos pais com a saúde dos seus bebês por meio de um copo feito com materiais sem substâncias nocivas à saúde.

A empresa recebeu US$ 100 mil em investimento no Shark Tank e faturou mais de US$ 1 milhão depois de participar do programa.

Scrub Daddy

Os empreendedores criaram uma esponja de limpeza que fica rígida com água fria e macia com a morna. Ela também não acumula resíduos e cheiros por até dois meses.

Quem investiu no negócio foi o tubarão Lori Greiner, que colocou US$ 200 mil na empresa.

Depois da participação no Shark Tank, a Scrub Daddy vendeu mais de 10 milhões de unidades e faturou mais de US$ 50 milhões.

Pois é, parece que a participação no Shark Tank tem sido essencial na vida de alguns empreendedores americanos.

Mas como estão as empresas que receberam investimentos dos tubarões no Shark Tank Brasil? Assim que tiver uma boa notícia eu conto para vocês!

Presleyson Lima
Presleyson Lima
Empreendedor, Empreendedor Social, Investidor, Palestrante, Mentor, Conselheiro, Cientista, Político por vocação e Amante da inovação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *